Portal de Angola
Informação ao minuto

Tem 17 fraturas e um quilo de ferros na perna, mas… quer ‘regressar’

(© Reprodução)

Cal Crutchlow assume que mantém vontade de competir.

Quem anda no mundo do desporto sabe que contrair lesões ou não é, por vezes, mais uma questão de sorte do que de precaução. Porém, a forma como se ultrapassam os obstáculos físicos é muitas vezes determinada pela capacidade de resiliência de cada atleta.

Cal Crutchlow, piloto da Honda, que no passado dia 26 de outubro, no GP da Austrália, sofreu um grave acidente, depois de sofrer 17 fraturas e de ter um quilo de ferro para lhe ‘segurar’ os ossos, é um exemplo de resistência, uma vez que o atleta está preparado para voltar.

“Para ser sincero cheguei a pensar que não poderia voltar a pilotar, mas sempre continuei a trabalhar e a seguir a fisioterapia. O meu estado mental continua a ser competitivo e quero seguir na MotoGP. Nunca atirei a toalha”, atirou o piloto da MotoGP citado pelo Notícias ao Minuto.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »