Portal de Angola
Informação ao minuto

Ataques dos talibãs matam 41 membros das forças de segurança

Polícia afegã (DR)

De acordo com o Notícias ao Minuto que cita a Lusa, pelo menos 41 membros das forças de segurança afegãs morreram e 15 ficaram feridos em dois ataques dos talibãs contra postos de controlo nas províncias de Kunduz e Baghlan, no norte do país, informaram hoje fontes oficiais afegãs.

Na madrugada de hoje, dezenas de talibãs atacaram vários postos de controlo das forças de segurança em duas áreas na periferia da cidade de Kunduz, capital da província de mesmo nome, declarou o número dois do Conselho Provincial, Safi Amiri, à agência noticiosa espanhola EFE.

“No ataque, 27 soldados do exército e três membros da polícia local foram mortos, enquanto cerca de 15 ficaram feridos”, disse Amiri.

A autoridade local disse que o ataque foi realizado pela ‘unidade vermelha’ dos talibãs, uma espécie de forças especiais do grupo terrorista equipado com armas modernas, e que realizou essa operação em menos de 15 minutos.

“Os talibãs aproveitaram a tempestade de neve. O ataque já havia terminado quando o reforço chegou à área”, disse Amiri.

O porta-voz da polícia de Kunduz, Inamuddin Rahmani, também confirmou à EFE o ataque talibã, referindo que nos confrontos pelos menos 22 talibãs morreram e outros 18 ficaram feridos.

“Infelizmente, nos confrontos, várias dos nossos bravos elementos das nossas forças de segurança também foram mortos e feridos. O número exato será anunciado mais tarde”, disse Rahmani.

Outro incidente semelhante ocorreu na província vizinha de Baghlan, onde os talibãs atacaram um posto policial local durante a madrugada, iniciando um confronto que durou mais de duas horas.

“Infelizmente, neste ataque, 11 agentes de segurança, incluindo 10 membros da polícia local e um membro das forças paramilitares foram mortos e cinco ficaram feridos”, disse o chefe do Conselho Provincial de Baghlan, Safdar Muhsini.

“Os insurgentes roubaram todas as armas e equipamentos das forças de segurança”, acrescentou Muhsini.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, relatou numa declaração que, como resultado de dois ataques nas duas províncias mencionadas, 40 membros das forças de segurança foram mortos.

As províncias de Baghlan e Kunduz estão entre as áreas mais inseguras do país, onde muitos territórios estão sob o controle dos talibãs.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »