Portal de Angola
Informação ao minuto

ASA pode desistir do Unitel-Basket

CARLOS DINIS ANUNCIA POSSÍVEL DESISTÊNCIA NO UNITEL-BASKET (FOTO: GASPAR DOS SANTOS)

A formação de basquetebol do ASA, 6ª classificada do Campeonato Nacional sénior masculino, com 25 pontos, pode, em breve, desistir da prova por dificuldades financeiras, afirmou nesta sexta-feira à Angop, em Luanda, o técnico Carlos Dinis.

Em causa, segundo disse, está a dívida em salários com atletas e equipa técnica, para alguns na ordem de três anos, acrescentando que a continuidade ou não no Unitel-Basket depende dos jogadores que ainda se mantêm em prova.

De acordo com o ex-seleccionador nacional, além dos treinadores, são no total cinco basquetebolistas cuja divida em salário (200 mil kwanzas mês – máximo e 100 mil mínimo) é de três anos.

Para Carlos Dinis chega-se a uma altura em que a saturação é enorme, fundamentalmente por serem os atletas chefes de famílias, explicando que a situação é do conhecimento da direcção da agremiação.

O ASA, na presente época, recorreu aos préstimos de jogadores provenientes da extinta equipa do Recreativo do Libolo, com custos de contratação menos onerosos, destacando-se Milton Barros, Rege Moore, Teotonio Dó e Roberto Fortes.

O clube, com três títulos conquistados (1980, 1996 e 1997), é patrocinado por algumas empresas nacionais do ramo de transportes.

Problemas idênticos também já afectaram a modalidade de futebol desta colectividade, com o conjunto a descer de divisão em 2017.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »