Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

País sem entidade própria para controlo da qualidade

MINISTRA DA INDÚSTRIA, BERNARDA GONÇALVES MARTINS.(FOTO: ALBERTO JULIAO)

A ministra da Indústria, Bernarda Martins, reconheceu nesta terça-feira, em Luanda, que Angola carece de uma entidade própria com a responsabilidade de velar pelo controlo de qualidade de todos os bens produzidos no país.

De acordo com a Angop, ao falar na palestra sobre Medidas de Apoio ao Aumento da Produção Nacional, dirigida a jornalistas, explicou que a falta dessa estrutura compromete o processo de fiscalização da qualidade dos produtos.

“Em Angola não existe uma entidade responsável, no caso da indústria, que, de forma sistemática, faça a recolha de amostras de um determinado bem, para que estejamos seguros que não atente à saúde pública dos nossos cidadãos”,afirmou.

Na ausência dessa entidade única, disse, o país serve-se, a nível dos laboratórios, dos departamentos ministeriais, com destaque para o da Saúde, Agricultura, Pescas e da Indústria.

Reconheceu que muitas das unidades de inspecção existentes nestes departamentos ministeriais não dispõem de quadros bem preparados tecnicamente.

Apesar dessa realidade, disse estarem a trabalhar com outros sectores, para inverter o quadro.

Avançou, a propósito, que já foi proposta a criação da Entidade Nacional de Inspecção das Actividades Económicas e Controlo da Qualidade dos Produtos.

Entretanto, o Ministério da Indústria procedeu à elaboração de uma proposta de alteração da Pauta Aduaneira que vigora desde Agosto de 2018, que consistiu na identificação dos produtos já produzidos em Angola, com capacidade para assegurar a resposta à procura nacional, mas que têm necessidade de ver a sua produção protegida.

Está em curso, igualmente, a elaboração e adopção de um pacote de normas, em estreita cooperação com as indústrias nacionais e as associações sub-sectoriais afectas ao sector.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »