Radio Calema
InicioAngolaSociedadeANDA apoia mais de 60 mil pessoas em 27 anos

ANDA apoia mais de 60 mil pessoas em 27 anos

Sessenta mil novecentos e noventa pessoas com deficiência beneficiaram de projectos realizados nos últimos 27 pela Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA), informou nesta quarta-feira, o seu presidente, Silva Lopes Etiambulo.

A propósito do 27º aniversário da fundação da ANDA, que se assinala a 1 de Fevereiro, o responsável informou que desse número 25 mil e 500 foram beneficiários do projecto “Vem comigo”, iniciado no ano 2002 com os apoios do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e da Fundação Lwini, destinado essencialmente aos ex-militares com deficiência.

Segundo avança Angop, o projecto iniciou com a recolha, em várias artérias das cidades, de pessoas com deficiência que se dedicavam a mendicidade, sendo reinstalados nas suas zonas de origem e posteriormente integrados em cooperativas agrícolas e de prestação de serviços.

Os beneficiários foram formados nos cursos profissionais de electricidade, recauchutagem, mecânica auto, alvenaria, corte e costura, informática, entre outros, para permitir o surgimento de pequenos quiosques para o comércio precário.

De acordo com Silva Etiambulo, na primeira fase do projecto “Vem Comigo”, a Anda contou com o apoio da empresa Coca Cola que fornecia os refrigerantes para os cidadãos integrados na acção comercializarem.

Actualmente na 6ª fase do projecto “Vem comigo, que se prolongará até Agosto de 2019, a previsão é de inserir no mercado do trabalho duas mil 750 pessoas com deficiência.

As restantes 30 mil e 490 pessoas com deficiência beneficiaram do projecto “Reabilitar”, na vertente física, sendo destinado às pessoas com deficiência natural, sendo enviados para os centros de reabilitação física em funcionamento no país, para a aquisição de próteses, assim como foram distribuídas cadeiras de rodas, muletas canadianas e pares de óculos.

Esta acção perdeu força por falta de meios financeiros, pois uma cadeira de rodas custa actualmente cerca de 48 mil Kwanzas e a Associação não possui as verbas desejadas para atender o elevado número de pessoas com deficiência existentes no país (cerca de 80 mil de acordo com dados oficiais).

Para este projecto, a Anda conta com o apoio do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, assim como de algumas congéneres de Portugal, Noruega, África do Sul e Brasil.

Sobre as perspectivas da Anda, Silva Etiambulo apontou o aumento do número de pessoas com deficiência no mercado do trabalho e a sensibilização da sociedade sobre a necessidade de inserir estes cidadãos.

Lamentou o não cumprimento da lei que estipula que todas as empresas públicas devem ter entre os seus quadros, quatro por cento de pessoas com deficiência, enquanto que as do sector privado dois por cento.

A Anda foi fundada a 1 de Fevereiro de 1992 em Luanda.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.