Radio Calema
InicioDesportoFutebolAgora é mesmo de vez. Jorge Jesus deixa o Al Hilal da...

Agora é mesmo de vez. Jorge Jesus deixa o Al Hilal da Arábia Saudita

Treinador e clube chegaram a acordo amigável esta quarta-feira. Recusa em renovar contrato, por parte de Jorge Jesus, terá levado a este desfecho, já antes dado como certo e depois desmentido.

Agora é mesmo de vez: depois de, no passado sábado, ter sido avançada a saída de Jorge Jesus do comando técnico do Al Hilal, informação que foi desmentida por todas as partes, o técnico português esteve esta quarta-feira reunido com os dirigentes do clube saudita e acabou chegar a acordo para abandonar a equipa na primeira aventura da carreira no estrangeiro.

A informação foi confirmada pelo clube no Twitter, citado pelo Observador.

Tal como tinha sido explicado por fontes ligadas ao treinador no passado fim de semana, a relação entre as duas partes já estava tensa, não pelos objetivos desportivos mas por questões contratuais: enquanto o Al Hilal queria que o técnico prolongasse o seu atual vínculo, até por forma a poder estar ligado ao clube pelo menos até ao final da Taça dos Campeões Asiática (novembro), Jesus mostrou-se sempre muito reticente em relação a essa possibilidade, não pelas condições oferecidas pelos sauditas mas pela vontade de poder regressar à Europa, nomeadamente a Portugal.

Recorde-se que, no passado sábado, a imprensa local já tinha colocado este cenário de saída em cima da mesa, avançando até que o sucessor já estava escolhido: Zoran Mamic, croata que estava no comando do Al Ain. Coincidência ou não, o técnico que teve um trabalho muito elogiado nos Emirados Árabes Unidos ao conseguir vencer o Campeonato e a Taça, chegando ainda a uma inédita final do Mundial de Clubes (derrota com o Real Madrid), despediu-se ontem do cargo.

O antigo treinador de Benfica e Sporting começou a primeira experiência no estrangeiro com uma série de 13 vitórias seguidas, conquistando aí a Supertaça frente ao Al Ittihad, no primeiro e único título conquistado na Arábia Saudita. No final de novembro, o Al Hilal perdeu os primeiros pontos no Campeonato frente ao Al-Faisaly, sofrendo o empate no período de descontos. A equipa teve a partir daí uma maior inconstância, com sete vitórias, quatro igualdades e uma derrota (na receção ao Al-Hazm) que ainda assim mantiveram sempre o conjunto saudita na frente do Campeonato, agora com três pontos de avanço sobre o Al Nassr que é comandado por Rui Vitória, antigo treinador do Benfica. Curiosamente, Jesus conseguiu a maior vitória no Campeonato na última jornada, ao golear o Al Fayha por claros 5-1 com bis de Soriano e Carlos Eduardo.

Também no final de novembro, o nome de Jesus foi falado como possibilidade para render Rui Vitória no comando do Benfica, cenário que não se confirmou – até porque Luís Filipe Vieira decidiu segurar o treinador. No início do ano, quando houve troca no banco no seguimento da derrota dos encarnados com o Portimonenses, o antigo técnico do Sporting voltou a ser apontado mas a opção recaiu em Bruno Lage, ex-responsável pela equipa B das águias que ficará pelo menos até ao final da época.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.