Radio Calema
InicioAngolaRegiõesIdoso acusado de violar criança em Caluquembe

Idoso acusado de violar criança em Caluquembe

Segundo a Angop, um cidadão 70 anos está a ser acusado de violar uma menor de nove anos de idade, no município de Caluquembe, província da Huíla, depois de aliciar a criança com 500 kwanzas, informou, segunda-feira, na cidade do Lubango, o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional da Huíla, inspector-chefe Luís Zilungo.

Segundo o oficial, que fazia o balanço das ocorrências registadas pela Polícia Nacional no fim-de-semana, na província da Huíla, o acusado, professor reformado, encontra-se em fuga.

Contou que o caso aconteceu sábado, pelas 19 horas, no bairro “4 de Fevereiro”, quando a menor, vizinha do acusado, foi à casa do idoso, supostamente para assistir programas televisivos, altura em que foi abusada sexualmente.

Informou que no domingo, ocorreu um outro crime de violação sexual, por volta das 17 horas, no bairro “Comandante Valódia”, município do Lubango, no interior de uma residência, supostamente praticado por um cidadão de 25 anos, já detido, sendo vítima uma adolescente de 15 anos de idade.

Detalhou que o segundo crime aconteceu quando a vítima comercializava bolos e o acusado fez-se passar por cliente e pediu à adolescente para a ir à sua casa deixar o produto, ocasião que aproveitou para consumar a violação sexual.

Fez saber que, durante o período em causa, a corporação registou dois homicídios voluntários, no bairro do Mutundo, município do Lubango, com os seus supostos autores já detidos.

Durante as últimas 48 horas foram registados 21 crimes diversos, oito a menos ao igual período anterior, dos quais 16 estão já esclarecidos e foram detidos 16 supostos meliantes.

Entre os delitos destacam-se homicídios, violações sexuais, roubos, furtos e ofensas corporais, ocorridos nos municípios do Lubango, Cuvango, Humpata, Quipungo e Caluquembe

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.