Radio Calema
InicioAngolaRegiõesMalanje: ADPP forma mais de 800 professores do ensino primário

Malanje: ADPP forma mais de 800 professores do ensino primário

Oitocentos e dezasseis professores do ensino primário foram formados, pelo magistério da ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo), na província, desde a sua abertura em 2007 a 2018.

A informação foi revelada hoje pelo director pedagógico do referido magistério, Fortunato Gaspar, por ocasião da cerimónia de outorga de certificados dos 56 alunos finalistas do referido curso de professores do ensino primário (2016/2018).

De acordo com o responsável, para este ano, estão disponíveis 70 vagas para o primeiro ano, igual número do ano passado.

Entretanto, os quadros ora graduados, se predispõem em contribuir no combate ao analfabetismo através da missão que lhes espera de professorado nas zonas rurais do país, pelo que solicitaram aos governos de Malanje e de outras províncias no sentido de proporcionar oportunidades de emprego para os mesmos, através de concursos públicos no sector da educação.

Por sua vez, o administrador municipal de Cacuso, região que alberga o magistério da ADPP de Malanje, Caetano Tinta, considerou a educação a base para o equilíbrio social e prevenção e combate ao analfabetismo, corrupção e outros fenómenos dali a sua prioridade nas acções do Governo e de todas as sociedades.

“A província de Malanje e o município de Cacuso em particular, necessitam cada vez mais de reforçar o número de professores, de modo a colmatar o elevado índice de crianças fora do sistema de ensino e equilibrar o rácio aluno-professor que é bastante alto”, acrescentou.

Localizado na comuna do Lombe, município de Cacuso, o magistério de formação de professores do ensino primário de Malanje afecto a ADPP, funciona com 25 docentes, dos quais 21 efectivos e quatro colaboradores.

No mesmo recinto que acolhe em regime de internato formandos de várias províncias do País, ministra o curso médio (3 anos) para docentes especializados em docência nas zonas rurais, com um período de estágio de 42 semanas em escolas primárias em áreas suburbanas.

Em 2018, formou quadros para as províncias anfitriã, Luanda, Lunda Norte e Huambo.

A ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo), existe no País desde 1996, ano em que foi aberto nas províncias do Bengo e Huambo.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.