Smiley face

Basquetebol: Interclube revalida título de campeão nacional de sub-16

0 21

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Interclube revalidou sábado, no Pavilhão Arena Palanca Negra, em Malanje, o título de campeão nacional de basquetebol masculino em sub-16, ao derrotar o Sporting de Benguela, por 72-50, na final da 32ª edição do campeonato da modalidade.

Sem muito esforço, explica Angop, os polícias comandaram a partida nos dois períodos, perante um adversário apático e pouco preciso nos lances ofensivos, devido às consecutivas perdas de bolas e pouca eficácia na finalização.

Para o técnico do Interclube, Roque Correia, o triunfo é resultado da dedicação e empenho dos atletas, que vieram com a lição estudada para vencer o segundo campeonato consecutivo.

Apontou os ressaltos ofensivos como o ponto forte da equipa adversária, aspecto que o Interclube soube fragilizar, mediante a criação de estratégias no seu sector defensivo.

Por sua vez, o técnico do Sporting de Benguela, Sérgio Fernandes, considerou que a derrota soube a vitória, uma vez que a sua equipa não tinha grandes ambições, tendo em conta o pouco tempo de treino que teve.

Já em feminino, venceu o campeonato o Clube Formiguinhas do Cazenga, ao derrotar no prolongamento o Interclube, por 54-48, após um empate de 41-41, no tempo regulamentar.

A terceira posição em masculino coube à Vila Clotilde, que derrotou o Ferrovia, por 56-37, ao passo que, em terceiro lugar, em feminino ficou a Casa do Pessoal do Porto do Lobito, fruto da vitória de 28-23, sobre do Benfica do Lubango.

A atleta Sara Caetano (Formiguinhas) foi a melhor cestinha e igualmente a MVP do campeonato em feminino, ao passo que Adilson Mbuine (Interclube) e José Calemessa (Sporting de Benguela), saíram como atleta MVP e melhor cestinha, respectivamente.

A Academia de Malanje foi considerada equipa revelação em masculino e os Escorpiões de Viana, em feminino.

O campeonato contou com a participação de 20 equipas, sendo 13 do sexo masculino e 13 do feminino, das províncias de Malanje, Luanda, Lunda Sul, Namibe, Cuanza Sul, Benguela, Huila e Bié.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »