Portal de Angola
Informação ao minuto

Mais de 40 igrejas ilegais encerradas no Cunene

Angop

Cerca de 500 igrejas foram fechadas em menos de um mês (DR)

Quarenta e três igrejas ilegais na província do Cunene foram encerradas no período de Novembro de 2018 à presente data, no âmbito da Operação Resgate.

O encerramento destas igrejas acontece também por força do cumprimento da lei que regula o exercício da actividade religiosa no país.

As igrejas encerradas funcionavam à margem da lei e em locais inapropriados para o exercício da actividade religiosa.

Segundo a directora do Gabinete da Cultura, Lúcia Yolene, as igrejas encerradas devem legalizar-se para o exercício da actividade.

A província do Cunene tem actualmente 52 igrejas e seis associações de carácter religiosas legais.

A Operação Regaste, promovida pelo Ministério do Interior, está em curso no país desde 6 de Novembro de 2018 e visa resgatar a autoridade do Estado angolano, combater a criminalidade, transgressões administrativas e outras práticas que influenciam negativamente na segurança pública.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »