Smiley face

Mais de 40 igrejas ilegais encerradas no Cunene

Angop

0 26

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Quarenta e três igrejas ilegais na província do Cunene foram encerradas no período de Novembro de 2018 à presente data, no âmbito da Operação Resgate.

O encerramento destas igrejas acontece também por força do cumprimento da lei que regula o exercício da actividade religiosa no país.

As igrejas encerradas funcionavam à margem da lei e em locais inapropriados para o exercício da actividade religiosa.

Segundo a directora do Gabinete da Cultura, Lúcia Yolene, as igrejas encerradas devem legalizar-se para o exercício da actividade.

A província do Cunene tem actualmente 52 igrejas e seis associações de carácter religiosas legais.

A Operação Regaste, promovida pelo Ministério do Interior, está em curso no país desde 6 de Novembro de 2018 e visa resgatar a autoridade do Estado angolano, combater a criminalidade, transgressões administrativas e outras práticas que influenciam negativamente na segurança pública.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »