Smiley face

“Militares e petrolíferos” marcam arranque da 2ª fase do Nacional

Angop

0 31

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A segunda fase do campeonato nacional de basquetebol sénior masculino, consubstanciada na 3ª e 4ª voltas, inicia sexta-feira (dia 18), tendo como principal atracção o clássico 1º de Agosto-Petro de Luanda, a decorrer no pavilhão Victorino Cunha, a partir das 19 horas.

Separados por dois pontos no cimo da classificação, “militares” (1º com 31 pts) e “petrolíferos” (2º/29) têm estado a realizar boa época e nos jogos entre si, na etapa inicial da competição (1ª e 2ª voltas), assinalam uma vitória cada, em terreno adverso.

Depois de dominar a primeira fase com 15 vitórias e uma derrota em 16 partidas, o D’Agosto (campeão em título) detém ligeiro favoritismo, a julgar pela experiência e qualidade do seu plantel, mas deve ter em conta, entre outros aspectos, a capacidade técnica individual do adversário.

Olímpio Cipriano, Gerson Lukeny, Hermenegildo Bunga e Childe Dundão são algumas referências a ter em atenção no conjunto “tricolor”, que impôs, até então, a única derrota aos “agostinos” (80-70), em pleno pavilhão Victorino Cunha, demonstrando o equilíbrio entre as equipas e quão pouco “peso” tem o factor “casa” nesta altura do campeonato.

A jornada inaugural reserva os desafios Marinha-Helmarc (pavilhão Victorino Cunha, às 15 horas); Lusíada-Interclube (Anexo à Cidadela, 16h) e Desportivo Kwanza-Vila Clotilde (28 Fevereiro, 16h).

A 3ª volta estende-se até o dia 15 de Fevereiro, a 4ª acontece de 1 a 29 de Março, seguindo-se os quartos-de-final de 9 a 13 de Abril, as meias-finais de 17 a 26 do mesmo mês, e a final, a ser disputada de 30 de Abril a 13 de Maio.

No primeiro turno, o d’Agosto fez “jus” a condição de detentor do troféu, revelando-se mais produtivo ao longo das 16 jornadas, com 1547 pontos convertidos, 1132 consentidos, 15 triunfos e uma derrota, o que lhe valeu 31 pontos no topo da classificação, secundado pelo Petro, com 29 pontos, 1524 marcados, 1187 sofridos, 13 vitórias e três desaires.

O Inter é terceiro classificado com 26 pontos, resultantes de 1325 cestos concretizados, 1187 consentidos, 10 vitórias e seis derrotas, seguido da Marinha (25 pontos, 1416 marcados, 1327 sofridos, nove triunfos e sete desaires), ASA (24 pontos, 1337 convertidos, 1312 consentidos, oito jogos ganhos e igual número perdidos) e Lusíada com 23 pontos, 1226 concretizados, 1270 sofridos, sete vitórias e nove derrotas.

Na sétima posição está o Vila Clotilde com 22 pontos, 1114 marcados, 1269 sofridos, seis triunfos e 10 desaires, na oitava o Helmarc (19 pontos, 1034 convertidos, 1430 consentidos, três triunfos e 13 derrotas), enquanto o Desportivo Kwanza ocupa o nono é último lugar com 17 pontos, 1082 marcados, 1521 sofridos, 15 derrotas e apenas uma vitória.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »