Portal de Angola
Informação ao minuto

Líbia boicota cimeira da Liga Árabe no Líbano

(Foto: Reuters)

De acordo com Panapress, a Líbia não participará na cimeira da Liga Árabe sobre o desenvolvimento económico e social, prevista para 19 a 20 de janeiro corrente em Beirute, no Líbano, devido à hostilidade de algumas forças políticas libanesas à sua presença, soube a PANA de fonte diplomática em Tripoli.

O porta-voz do ministério líbio dos Negócios Estrangeiros, Ahmed al-Arbad, indicou domingo à noite que a hostilidade tem a ver com o caso do imame Moussa Sadr, desaparecido em 1978 na Líbia, sob o então regime de Muamar Kadhafi.

Acrescentou que “o assento do Estado líbio estará vago”.

“Foi oficialmente decidido assim. Não participaremos, a nenhum nível, na cimeira árabe sobre o desenvolvimento económico e social que se realizará em Beirute”, martelou al-Arbad.

O ministério líbio dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional do Governo de União Nacional, reconhecido pela comunidade internacional, deverá exprimir-se esta segunda-feira, com mais detalhes, sobre este assunto.

O Líbano convidou oficialmente a Líbia a participar nesta cimeira, mas várias forças políticas libanesas protestam contra este convite.

Num vídeo publicado nas redes sociais, vê-se um Libanês arrancar uma bandeira da Líbia pendurada a um posto ao longo duma estrada e substituí-la por uma bandeira do partido político libanês, o movimento Amal, criado pelo imame Moussa Sadr.

O imame libanês Moussa Sadr, desapareceu em 1978 na Líbia sob o regime de Muamar Kadafi, em circunstâncias sombrias.

Um dos filhos de Muamar Kadafi, Hannibal Kadafi, detido no Líbano, confessou que o imame Moussa Sadr havia sido raptado pelo antigo número 2 do regime de Kadafi, Abdessalam Jalloud, que por sua vez afirmava que o mesmo havia saído da Líbia.

Mas segundo uma outra versão do coronel Ahmad Ramadan al-Asaibie, antigo diretor de gabinete de Kadafi, revelou, em 2011, que o imame Sadr havia sido assassinado por ordem do coronel Muamar Kadafi, durante a sua estada na Líbia.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »