Smiley face

Homem morre em tanque de combustível

0 54

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um homem de 42 anos de idade morreu, por asfixia, no tanque de combustível de uma bomba de distribuição, no bairro Morro Bento, município de Talatona, em Luanda.

O indivíduo faleceu por falta de oxigénio e inalação de gases, num espaço confinado, segundo o corpo de bombeiros.

O incidente envolveu um outro indivíduo, retirado vivo, tendo ocorrido numa altura em que ambos limpavam o tanque.

Em declarações à Angop, nesta segunda-feira, o porta-voz do comando provincial do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros, Faustino Minguês, disse que o sobrevivente, de 32 anos de idade, está internado num hospital e fora de perigo.

“Este tipo de trabalho deve ser feito por especialistas equipados, principalmente com mascaras, vestuário apropriado e botijas de oxigénio, material que as vítimas não possuíam”, lamentou.

O SNPCB não revelou se os homens eram trabalhadores da bomba de distribuição de combustíveis, que pertence à Sonangol, mas está sob gestão privada.

De igual modo, não explica se foram contratados apenas para fazer o serviço de limpeza.

Durante o fim-de-semana, os bombeiros registaram quatro incêndios por curto-circuito, sem vítimas humanas, nos municípios de Luanda (Maianga e Rangel) e Kilamba-Kiaxi (Nguami Maka e Golfe-2).

As ambulâncias do SNPCB encaminharam 16 pessoas para as unidades hospitalares públicas e privadas, vítimas de agressões físicas, acidentes de viação e outras patologias.

Os socorros ocorreram nos municípios de Luanda (Sambizanga, Maianga e Ingombota), Viana (Zango, Estalagem e Boa Fé), Cacuaco ( Sequele) e Cazenga (Hoji ya Henda).

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »