Portal de Angola
Informação ao minuto

Cientista comida viva por crocodilo na Indonésia

(DR)

A mulher foi arrastada para o habitat do animal enquanto o alimentava, avança o Notícias ao Minuto

Uma cientista foi comida viva por um crocodilo com mais de cinco metros de comprimento após ter sido arrastada pelo animal para o seu habitat enquanto o alimentava.

Deasy Tuwo, de 44 anos, estava a alimentar o crocodilo com pedaços de carne na manhã de sexta-feira, dia 11, em Sulawasi, na Indonésia, quando o animal se apoiou nas patas traseiras e saltou uma altura de mais de dois metros para a puxar para a água.

O corpo foi descoberto na manhã seguinte pelos funcionários do Laboratório CV Yosiki. Primeiro viram uma forma estranha na água e depois viram o corpo na boca do crocodilo. O animal já tinha matado outro crocodilo com quem partilhava o habitat.

O réptil arrancou o braço esquerdo de Deasy e mutilou a parte de cima do tronco da cientista.

Os elementos que integraram a operação de resgate tiveram dificuldades em recuperar o corpo, pois o crocodilo debatia-se violentamente de cada vez que tentavam.

O animal vai agora ser levado para um centro de resgate de vida selvagem onde serão feitos testes ao conteúdo do estômago. As autoridades estão a tentar localizar o dono do réptil.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »