Smiley face

Advogada melhoria das condições dos antigos combatentes

0 34

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O presidente da Associação dos Antigos Combatentes, Constantino dos Santos, defendeu hoje (segunda-feira) a criação de condições para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos que lutaram pela independência de Angola.

Em declarações à Angop a propósito do 15 de Janeiro, Dia do Antigo Combatente, instituído pela Assembleia Nacional em 2011, o responsável afirmou que a sociedade tem de equacionar o problema desta franja da sociedade.

Para Constantino dos Santos, a condição de antigo combatente precisa ser repensada, esclarecendo o papel que o mesmo desempenhou para que Angola fosse um país independente e livre.

Considerando drástica a situação social dos antigos combatentes, o responsável manifesta a disposição dos mesmos em contribuir na construção de um futuro promissor com acções realistas e economicamente viáveis.

Apontou a constituição de cooperativas agrícolas e de prestação de serviços com recursos financeiros suficientes como uma das formas para não sobrecarregar o executivo no atendimento a esta franja da sociedade.

Constantino dos Santos salientou que não são necessários valores elevados para a constituição dessas cooperativas, pois com uma boa gestão se pode fazer muito.

Considera que a institucionalização do dia do antigo combatente, além de ser uma data de realce e apreço, serve de reflexão para os antigos combatentes, uma vez que se recorda o contributo que os mesmos deram para a independência do país.

Comemora-se a 15 de Janeiro, o Dia Nacional dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, uma data instituída e aprovada pela Assembleia Nacional, durante a sua primeira sessão plenária extraordinária de 2011, e escolhida para honrar os Acordos de Alvor.

Com 170 votos a favor, 21 contra e duas abstenções, a Assembleia Nacional institucionalizou o 15 de Janeiro como data de celebração nacional.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »