Portal de Angola
Informação ao minuto

Paquistão suspende execução de doente mental condenado à morte

(DR)

O Supremo Tribunal do Paquistão suspendeu a execução de um ex-polícia que sofre de doença mental e que foi condenado à morte em 2003 por matar um colega.

De acordo com um comunicado publicado pelo Jornal da Madeira que cita a Lusa, o juiz Saqib Nisar, da cidade de Lahore, também ordenou uma nova audiência no caso de Khizar Hayat, cuja execução havia sido marcada para 15 de janeiro.

Hayat foi diagnosticado pela primeira vez com esquizofrenia pelas autoridades prisionais e um conselho médico designado pelo tribunal em 2008 e em 2015.

O juiz disse no sábado que o caso de Hayat era uma questão de direitos humanos. Uma petição da mãe de Hayat será analisada por dois juízes na segunda-feira.

A organização não-governamental Justice Project Pakistan, que tem feito campanha contra a sentença de morte, saudou a decisão do Supremo Tribunal.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »