Portal de Angola
Informação ao minuto

Museu do Dundo recupera peças desaparecidas

(DR)

Oito peças desaparecidas no museu do Dundo foram entregues hoje, sábado, nesta cidade, pelo Ministério da Cultura, no âmbito do resgate do acervo museológico existente fora de Angola, avança a Angop.

Maria da Piedade de Jesus, secretária de Estado do Ministério da Cultura, que efectou a entrega das esculturas, disse que a cerimónia enquadrou-se na comemoração do Dia da Cultura Nacional, celebrado a 8 de Janeiro, realçando no entanto o esforço da fundação Sindika Dokolo, um dos parceiros sociais da instituição, pela recuperação do acervo.

A responsável adiantou igualmente que as oito peças chegaram ao país no passado mês de Novembro, fruto de um programa de resgate dos artefactos espalhados pelo país e no exterior.

Por seu turno, o vice-governador para os serviços técnicos e infraestrutura, Lino dos Santos, agradeceu o empenho do Ministério da Cultura e dos parceiros envolvidos no resgate das peças, solicitando igualmente no sentido de prosseguir com a actividade com a libertação das estátuas, visto que os artefactos que regressaram nunca deviam ter saído do seu habitat.

Ilunga André, director do Museu Regional do Dundo, referiu que o acervo recepcionado terá o seu tratamento devido, depois de uma exposição longa, tendo em conta o regresso de parte do acervo desaparecido fora do seu contexto social.

Das esculturas, todas de origem cokwé, ressalta a Ngundja (cadeira do trono, em miniatura).

Durante o ano de 2018 a instituição recebeu mais de dez mil visitantes, entre institucionais, científicas e estudantis, debatendo-se actualmente com carência de quadros para atender a demanda pela sua extensão.

O Museu Regional do Dundo existe há 83 anos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »