Portal de Angola
Informação ao minuto

Psico-pedagogo lança “A gestão democrática da escola pública em Angola”

Angop

Imagem ilustrativa (DR)

Uma obra científica, com o título “A gestão democrática da escola pública em Angola”, do psico-pedagogo Ngangula Miguel de Sousa será lançada, no dia 26 de Janeiro, no Parque da Independência, em Luanda.

O livro, com 130 páginas, será vendido ao preço de cinco mil kwanzas e critica o sistema utilizado para atribuição do cargo de direcção em escolas públicas em Angola.

No entender do autor, os directores de escolas deviam ser eleitos ao invés de nomeados, de forma a realizarem melhor as funções que exercem. “A nomeação pode provocar atropelos no exercício das suas funções”.

Refere que na gestão democrática, a escola devia proporcionar aos habitantes o acesso a ela, fazendo jus a célebre frase do primeiro Presidente angolano, António Agostinho Neto, “a escola é do povo”.

O psico-pedagogo chama a atenção para o facto de o director ter que prestar serviços à sociedade e não o contrário, devendo ser competente e não arrogante.

Para melhor funcionamento de uma escola, a semelhança da eleição ao cargo de Reitor de uma universidade, o director geral da escola do primeiro e segundo ciclos devia ser eleito, pós só assim ele trabalharia com princípios pedagógicos.

A obra retrata que a escola pública é um reflexo do Estado, já que não tem gestão democrática, mas autoritária.

O livro valoriza a necessidade de se agregar ao licenciado, nomeado director, uma formação em gestão, para melhor administrar a escola, diminuindo a burocracia, facilitando a entrega de certificados ou declarações aos alunos.

A brochura descreve ainda que a direcção de uma escola deve ter uma boa relação com os professores, alunos e encarregados de educação, de forma a envolvê-los em todas acções ou actividades escolares.

O livro “A gestão democrática da escola pública em Angola” comporta cinco capítulos, nomeadamente, “conceito de administração e gestão”, “gestão democrática na escola”, “a gestão democrática pode diminuir o insucesso escolar”, “a docência e a gestão democrática da escola” e “metodologias de estudos e trabalhos académicos”.

“A gestão democrática da escola pública em Angola” é a quinta obra do psico-pedagogo tendo já publicada “A prova que não prova nada”, “A inclusão escolar de alunos com dificuldades de aprendizado”, “A formação de professores para o ensino superior, professor nota 20 professor nota zero” e “A função social da escola e suas práticas pedagógicas”.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »