Portal de Angola
Informação ao minuto

Deputados aprovam relatório parecer do Imposto Especial de Consumo

(Angop)

As comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram esta quinta-feira o Relatório Parecer Conjunto na Generalidade da Proposta de Lei do Código do Imposto Especial de Consumo, que desincentiva o dispêndio de determinados produtos ou bens considerados supérfluos e nocivos à saúde, escreve a Angop.

A proposta de Lei visa, no âmbito da tributação do consumo, penalizar fisicamente os contribuintes que optem por consumir bens supérfluos ou de acesso exclusivo e agravar o impacto que estes provocam à saúde, ao meio ambiente e à segurança pública.

O documento, que será discutido na generalidade, na próxima reunião plenária da Assembleia Nacional, constitui um mecanismo de compensação ao Estado pelo custo social e ambiental induzido pelo consumo de certos bens ou produtos de carácter não essencial, cujo sacrifício patrimonial recai sobre os contribuintes.

As comissões de Assuntos Constitucionais e Jurídicos, de Administração do Estado e Poder Local, bem como de Economia e Finanças aprovaram também, por unanimidade, os Relatórios Pareceres Conjuntos na generalidade das propostas de Lei do Código do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), de Alteração ao Código do Imposto Industrial e do Código do Imposto sobre o Rendimento do Trabalho.

Os documentos serão também discutidos na generalidade, na próxima reunião plenária da Assembleia Nacional.

A Proposta de Lei que aprova o Código do Imposto sobre o Valor Acrescentado tem como objectivo alterar o modelo existente no domínio da tributação da despesa, à data assente no imposto de consumo, alargar a base tributária e, concomitantemente, permitir ao Estado angolano uma maior arrecadação de receitas.

Visa, igualmente, a atracão de investimentos, a eliminação da dupla tributação e o combate à fraude fiscal, assim como o enquadramento gradual da economia informal.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »