Smiley face

Segundo mais votado nas eleições da RDC rejeita resultados da CENI

0 201

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Martin Fayulu contesta os resultados proclamados pela Comissão Nacional Eleitoral Independente (CENI) nesta quinta-feira (10 de janeiro), que atribui à vitória a Félix Tshisekedi. O vencido, estes resultados “não têm nada a ver com a verdade das pesquisas. ”

“Apesar das imposições insanas e irresponsáveis ​​da CENI, nunca deixamos de exigir uma alternância democrática para construir juntos um Congo digno e próspero” , diz Martin Fayulu.

De acordo com o Congo Actual, Martin convida a Conferência Episcopal Nacional do Congo (CENCO) e a Igreja de Cristo no Congo (ECC) a revelar os resultados das suas missões de observação, a fim de permitir que os congoleses saibam quem realmente ganhou.

“Todos juntos, vamos dizer não à adulteração dos resultados e não ao assalto eleitoral. Para todos aqueles que souberam da verdade da urna, especialmente na CENCO e na ECC, através de suas observações históricas, pedimos que revelem ao povo congolês e ao mundo inteiro o nome da pessoa que realmente incorporou a escolha do nosso povo “, diz Martin Fayulu.

O candidato de Lamuka ficou em segundo lugar na eleição presidencial com 35,2% dos votos, e superou Emmanuel Ramazani Shadary, que é o terceiro com 23,8% dos votos. Segundo dados divulgados pelo CENI, Felix Tshisekedi venceu a eleição presidencial com 38,57%.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »