Smiley face

Pai acusado de matar filha de seis anos por desobediência

0 48

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma menor de seis anos de idade foi assassinada, na terça-feira, no município de Caconda, província da Huíla, supostamente pelo próprio pai, de 49 anos, por alegadamente ter desobedecido as suas ordens.

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, pela Angop, na cidade do Lubango, pelo porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional da Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo, quando apresentava o balanço operativo da semana, tendo referido que o suspeito já está detido.

Contou que o eventual criminoso amarrou a menor a um boi, que arrastou a vítima durante alguns minutos causando a sua morte imediata.

Disse que o caso aconteceu pelas 11 horas, na aldeia Tapala, onde ambos residem.

Segundo o oficial, o pai justificou a sua acção alegando desobediência da filha que foi orientada a não sair de casa, mas essa não acatou a ordem, facto que enfureceu o progenitor.

No mesmo período, foi registado um crime de violação sexual, consumado com recurso a catana, tendo como vítima uma adolescente de 16 anos, no município da Matala, sendo que o suposto autor está em fuga.

“Tudo sucedeu quando a vítima dirigia-se para sua casa e no percurso foi interpelado pelo acusado, por sinal conhecido da adolescente, que ofereceu-lhe boleia numa motorizada, mas de seguida parou num lugar abandonado, desferindo golpes de catana nos membros superiores da menor para depois cometer a o acto de violação sexual”, narrou.

Os crimes constam do balanço semanal da corporação, tendo observado um total de 93 delitos diversos, mais 14 em relação ao igual período anterior, dos quais 68 foram esclarecidos, culminando com a detenção de 72 suspeitos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »