Portal de Angola
Informação ao minuto

Insuficiência de salas reduz vagas na Escola Superior Politécnica

Angop

ESCOLA SUPERIOR POLITÉCNICA DO CUANZA NORTE (FOTO: LUCAS LEITÃO)

A Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte regista, no presente ano académico, uma redução do número de vagas para admissão de novos estudantes devido a insuficiência de salas de aulas e de professores.

Para o presente ano estão disponivéis apenas 620 vagas para os cinco cursos ministrados na instituição, nomeadamente Administração Pública, Informática de Gestão, Contabilidade e Gestão, Análises Clínicas e Electrotecnia.

Em 2018, a instituição, que conta com 14 salas, regitou a admissão de 800 novos alunos.

Falando à imprensa, o vice-decano para a área acadêmica da instituição, Victor da Silva Morais, avançou que a não conclusão das obras de ampliação das insfra-estrutras da instituição, com mais oito salas de aulas, impede o aumento do número de vagas.

As obras de ampliação da escola começaram em 2014 e que segundo garantias do governo provincial tinham o mês de Fevereiro de 2019 como prazo para o fim da obra.

Três mil e 324 estudantes frequentaram o ano académico transacto na Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte inaugurada a 11 de Abril de 2011. Já lançou mais de 500 licenciados no mercado de trabalho durante os sete anos de existência.

A Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte é uma unidade orgânica afecta à Universidade Kimpa Vita com sede na província do Uíge e que compreende a 7ª região acadêmica do país.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »