Portal de Angola
Informação ao minuto

Diplomata chinês exorta os seus concidadãos a manter uma boa postura

Angop

(DR)

O ministro conselheiros da Embaixada da China em Angola, Li Bin, exortou hoje, quarta-feira, no Lubango, a comunidade deste país residente na região a manter uma boa postura e ajudar o governo angolano a resolver os vários problemas, ao invés de envolverem-se em vários tipos de delitos que mancham a imagem do povo chinês.

Li Bin que falava à margem da inauguração de uma exposição fotográfica composta por 25 quadros que visam celebrar os 36 anos de relação com Angola, sem revelar o número de chineses envolvidos em crimes, como corrupção e branqueamento de capitais, disse que a embaixada tomou conhecimento oficial de vários casos, que considera reprovável.

Garantiu que, além de autuados pela justiça angolana, depois de repatriados os cidadãos chineses envolvidos em práticas criminais também respondem em juízo na China, tendo referido que a embaixada está orientada a responsabilizar os infractores.

“A Embaixada da China está a trabalhar arduamente com o ministério do Interior do governo de Angola, no intuito de desencorajar tais práticas nocivas e punível ao abrigo da lei angolana e chinesa”, disse.

Fez saber que a representação diplomática está a desenvolver acções de troca de informações com apoio da Polícia Nacional (PN), para prevenir a entrada de chineses em condições ilegais no território angolano, bem como a denúncia de criminosos para repatriamento imediato “e com medidas severas”.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »