Portal de Angola
Informação ao minuto

Detectados mais de 50 processos falsos para atribuição de viaturas

(DR)

Cinquenta e sete processo de requerimentos falsos para devolução de viaturas foram detectados pela comissão técnica na província do Cunene, disse hoje, na região, o Procurador da República em exercício, Joaquim Panzo.

Dos 63 processos de reclamação que deram entrada na referida comissão para restituição de 83 viaturas, apenas seis estavam em conformidade, reforçou à Angop o magistrado.

No âmbito desta acção, esclareceu que foram já detidos três cidadãos, sendo dois nacionais e um estrangeiro, enquanto que os documentos falsos foram encaminhados para os Serviços de Investigação Criminal (SIC).

Estes indivíduos deverão ser responsabilizados criminalmente de forma a reduzir está tendência e descobrir-se a origem dos documentos, como títulos de propriedades, livretes e facturas emitidas antes do registo de importação dos veículos, disse.

Esclareceu que, neste momento, a morosidade de entrega das viaturas não é uma questão da comissão, mas dos importadores que tentam de várias formas ludibriar o possesso.

Joaquim Panzo alertou aos cidadãos que insistirem em apresentar documentos falsos, que poderão ser constituídos arguidos por crime de falsificação de documentos.

Foram já restituídas a seus proprietários sete viaturas, das 343 catalogadas e retidas há cinco anos ao abrigo dos Decretos Presidenciais, Nº 05/08 e 62/14, que proibia a entrada de viaturas no país com mais de três anos de uso, bem como a circulação de viaturas com o volante à direita.

O Decreto Presidencial, assinado no dia 18 de Junho de 2018, pelo Presidente, João Lourenço, revogou tais instrumentos legais e volta a permitir a importação de viaturas com seis e dez anos de uso.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »