Portal de Angola
Informação ao minuto

CASA-CE minimiza saída de “Libertador”

Dirigentes da CASA-CE (DR)

Segundo o Jornal de Angola, a direcção da CASA-CE não recebeu nenhuma notificação oficial sobre a desvinculação do ex-secretário – executivo provincial da coligação, em Luanda, Alexandre Dias dos Santos “Libertador”.

A informação foi avança-da ontem em Luanda, pelo secretário-executivo nacional da CASA-CE, Rafael Aguiar, na abertura de um encontro de concertação com os secretários-gerais dos partidos coligados.

Rafael Aguiar minimizou a saída do ex-secretário-executivo provincial da coligação, que é liderada por Abel Chivukuvuku. “O companheiro ‘Libertador’ já tinha saído da UNITA para a CASA e a UNITA manteve-se intacta. Agora, sai da CASA para (regressar) à UNITA, a CASA também vai continuar intacta”, afirmou.

Por sua vez, Manuel Fernandes, membro do colégio presidencial da CASA-CE, acusa Alexandre Dias dos Santos de levar para a UNITA, o património da coligação. “Todo o militante é livre de tomar a decisão de abandonar a coligação. O que não é correcto, é desacreditar a coligação e inclusive, levar o património sem consentimento do colégio presidencial”, deplorou Manuel Fernandes, em declarações ao NJOnline.

Manuel Fernandes informou ainda que a direcção da CASA-CE vai convocar o ex-secretário-executivo provincial de Luanda, para devolver o património o mais rápido possível. Entre o património reclamado, por Manuel Fernandes, estão viaturas e computadores.

O dirigente da CASA-CE precisou, que o colégio presidencial reúne nos próximos dias, para criar uma comissão que vai substituir Alexandre Dias dos Santos, que regressou à sua antiga formação política, a UNITA.
Antes da entrada na CA-SA-CE “Libertador” foi dirigente da UNITA, onde chegou a ser o secretário municipal no Sambizanga, mais tarde deixou o partido para aliar-se a Abel Chivukuvuku, que acabava de fundar a coligação.

O regresso à UNITA de Alexandre Dias dos Santos “Libertador” está a ser associado às movimentações para as autárquicas, fala-se na existência de um entendimento para a apresentação como candidato do “Galo Negro” no distrito do Sambizanga, onde supostamente goza de popularidade.

A saída de Dias dos Santos da CASA-CE surge num contexto de crise na coligação, reconhecido por Manuel Fernandes. “Vivemos uma crise, mas tudo está a ser feito para que o mais rápido possível, a situação seja resolvida”, afirmou o responsável.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »