Radio Calema
InicioMundo LusófonoBrasilSobe para 168 o número de presos por suspeita de participação em...

Sobe para 168 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

A atualização do número de presos foi dada mais uma vez pelo governador Camilo Santana (PT) na manhã desta terça-feira (8)

O número de pessoas presas e autuadas em decorrência dos ataques dos últimos dias no Ceará subiu para 168 na capital e no interior. Assim como nesta segunda-feira (7), a atualização dos números foi dada pelo governador Camilo Santana (PT) em sua página no Facebook, conforme publica o Tribuna do Ceará na sua edição desta terça-feira, 8.

Tanto Fortaleza quanto outras 44 cidades do interior têm sofrido com a onda de ataques registrados no Ceará nos últimos sete dias. Para conter a violência, o Governo solicitou ajuda à União, que disponibilizou 500 homens da Força Nacional.

Na nota publicada por Camilo, outras prisões podem ser efetuadas ao longo do dia. O governador acrescentou que há outros suspeitos sendo investigados pela polícia.

Devido à sequência de atentados em diversos municípios cearenses, Camilo tem reforçado a segurança em Fortaleza e também no interior do Estado.

“Estamos reforçando ainda mais o policiamento na capital e também no interior, com o apoio de tropas federais e estados parceiros”, frisou o governador. De acordo com Camilo, todos os esforços policiais estão sendo utilizados para cessar os atentados. Lideranças criminosas foram identificadas e transferidas para presídios federais. “Não haverá tolerância contra o crime”, garantiu.

Nesta segunda-feira (7), mais de 200 agentes de segurança da Força Nacional chegaram em Fortaleza, somando a 500 homens. O estado também vai receber mais efetivo policial de Pernambuco, do Piauí e da Inteligência de Santa Catarina, totalizando em 43 agentes. Além desse efetivo, o Ceará também recebeu 100 policiais da Bahia para ajudar no combate aos atentados no interior do Estado.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.