Radio Calema
InicioDestaquesAdvogados do ex-ministro das Finanças de Moçambique questionam legalidade da sua detenção

Advogados do ex-ministro das Finanças de Moçambique questionam legalidade da sua detenção

Advogados do ex-ministro das Finanças de Moçambique, Manuel Chang,questionaram nesta terça-feira,08, a legalidade da sua detenção na África do Sul.

Chang, que nega irregularidades, foi levado hoje à tribunal em Johanesburgo, mas o julgamento foi adiado para permitir que a promotoria preparasse contra-argumentos.

Durante a audiência de terça-feira, um dos advogados de Chang disse que a sua prisão era ilegal visto que não havia um pedido de extradição para os Estados Unidos.

O reconhecimento de Moçambique em 2016 dos empréstimos não revelados levou o Fundo Monetário Internacional (FMI) e doadores estrangeiros a cortar o apoio, provocando um colapso cambial e um incumprimento da sua dívida soberana.

Os Estados Unidos também acusam três ex-banqueiros do Credit Suisse e o principal vendedor da holding privada Privinvest, de Abu Dhabi, que, segundo ela, estão implicados na mesma fraude.

A Procuradoria Geral de Justiça de Moçambique indiciou 18 cidadãos, incluindo Chang, como parte da sua própria investigação na noite de segunda-feira, 07, e pretende que os acusados ​dos Estados Unidos sejam julgados ​​em Moçambique.

De acordo com a Reuters, a Procuradoria da Justiça em Nova Iorque subiu para cinco o número de acusados no esquema de fraude envolvendo empréstimos a empresas públicas moçambicanas realizados à margem das contas, no valor de mais de 2 mil milhões de dólares.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.