Radio Calema
InicioMundo LusófonoPortugalMário Soares morreu há dois anos, hoje é recordado com saudade

Mário Soares morreu há dois anos, hoje é recordado com saudade

Assinalam-se esta segunda-feira dois anos que morreu aquele que é considerado um dos pais do regime democrático português.

Mário Soares, nascido a 7 de dezembro de 1924, morreu no dia 7 de janeiro de 2017, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, depois de ter passado 25 dias internado, últimos dos quais em coma profundo.

É, por isso, importante neste dia recordar o homem e o legado que deixou.

Mário Soares licenciou-se na Universidade de Lisboa, primeiro em Ciências Histórico-Filosóficas, em 1951, e mais tarde em Direito, em 1957. Durante a juventude dedicou-se ao combate político, afirmando-se como uma das principais figuras contra o Estado Novo. Foi preso político esteve exilado em São Tomé e Príncipe e em França, onde permaneceu até o dia 25 de abril de 1974.

Nessa altura, tornou-se um dos pais do regime democrático português. Desempenhou as pastas dos Negócios Estrangeiros dos primeiros governos provisórios, foi primeiro-ministro e chegou à Presidência da República, no Palácio de Belém, onde foi chefe de Estado durante dois mandatos, entre 1986 e 1996.

A sua vida privada também foi polvilhada por conquistas. Casou-se com a atriz Maria de Jesus Barroso, enquanto estava na prisão, no ano de 1949, e com ela teve dois filhos, Isabel, que dirige atualmente o Colégio Moderno, e João, que já foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa, ministro da Cultura do Governo de António Costa e é, atualmente, deputado do PS.

Até partir, Mário Soares manteve uma intervenção política, apesar de, ter sido menos frequente desde a morte da sua mulher, em 2015. A sua última aparição pública foi, aliás, numa homenagem a Maria Barroso, antiga presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, por Marcelo Rebelo de Sousa, a 28 de setembro de 2016.

Esta segunda-feira, aniversário da sua morte, são muitos os que recordam a vida e obras do histórico socialista. É o caso dos deputados Isabel Moreira e Filipe Neto Brandão que decidiram homenagear Mário Soares nas redes sociais.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.