Smiley face

Abortada tentativa de golpe de Estado no Gabão

0 48

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O porta-voz do governo gabonês, Guy Bertrand Mapangou, anunciou a detenção dos militares que se tinham apoderado da rádio nacional. Estes pretendiam implementar um Conselho nacional de restauração denunciando o facto do presidente continuar em convalescença em Marrocos, escreve a RFI.

A tentativa de golpe de Estado em Libreville ocorreu na manhã desta segunda-feira, 7 de Janeiro.

Um tenente leu um discurso na rádio que um grupo de militares conseguira ocupar.

Kelly Ondo Obiang, comandante adjunto da guarda republicana, denunciaram a mensagem de Ano novo do chefe de Estado Ali Bongo, difundida a 31 de Dezembro a partir de Marrocos onde ele se encontra em convalescença, após ter sofrido em Outubro passado um acidente vascular cerebral.

Uma mensagem que, segundo eles, “reforçou a dúvida sobre a sua capacidade em assegurar as funções de presidente da república”.

Os militares amotinados prometeram uma transição democrática e convidaram personalidades políticas a vir à assembleia.

O grupo seria constituído de militares da Guarda de honra, estes contestaram a cumplicidade “da alta hierarquia militar” em manter Ali Bongo no poder.

O governo gabonês confirma a detenção de quatro militares, um quinto estaria em fuga.

A União Africana condenou já, com firmeza, a tentativa de golpe de Estado no Gabão.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »