Radio Calema
InicioDestaquesAIPEX aprovou 65 projectos avaliados em 550 milhões USD

AIPEX aprovou 65 projectos avaliados em 550 milhões USD

O presidente do conselho de administração da Agência do Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), Licínio Contreiras, avançou em exclusivo à revista Rumo que a AIPEX já aprovou 65 projectos avaliados em 550 milhões USD desde a criação da instituição ao abrigo do Decreto Presidencial nº 81/18, de 19 de Março de 2018, que cria a instituição.

De acordo com o responsável pela instituição que tem a missão de zelar pela promoção das potencialidades do País, atrair investidores externos, incentivar o investimento interno e promover as exportações, se tudo correr como projectado, até ao período de maturação, as intenções de investimento analisadas e aprovadas poderão gerar 2600 postos de trabalho para nacionais e 220 para expatriados.

Dos 65 projectos já aprovados, 32 referem-se ao sector da indústria, 19 ao comércio, seis ao sector agrícola e oito distribuídos entre serviços, pescas e hotelaria.

Olhando para a sua distribuição por província, 42 têm como sede a cidade capital, Luanda, seguida pelas províncias do Bengo e Benguela.

“O regulamento da Lei do Investimento Privado refere que os projectos devem apresentar reports trimestrais na fase de implementação. Os 65 projectos aprovados datam de Março a Setembro de 2018. Em Dezembro começámos a compilar informação, a partir de Janeiro e Fevereiro de 2019 [entrevista foi em meados de Dezembro] já teremos a comparação dos projectos aprovados versus implementados. O trimestre que o regulamento de lei nos concede será cumprido”, assegura Licínio Contreiras.

Todavia, à luz da nova lei do investimento privado, Licínio Contreiras avança que a AIPEX identificou dois tipos de investimento: projectos internos e projectos externos.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.