Portal de Angola
Informação ao minuto

Michael Schumacher: o milagre dos 50 anos e o segredo do século

O Jogo

(Fotografia: EPA)

Só os avanços da ciência permitem que sete vezes campeão de Fórmula 1 possa apagar hoje 50 velas. Ou que, quase certamente, alguém as apague por ele. A verdade é que a esposa e Sabine Kehm não deixam que se saiba qual é o seu estado de saúde.

Foi a 29 de dezembro de 2013 que o destino pregou uma cruel partida ao único piloto com sete títulos na Fórmula 1. Depois de 22 épocas a arriscar a vida nas pistas, Michael Schumacher quase a perdeu ao cair, e bater com a cabeça numa rocha, quando esquiava ao lado do filho. Com danos cerebrais graves, esteve em coma induzido durante meio ano, para a 9 de setembro de 2014 ser transferido para a sua casa em Gland (Suíça), na margem do lago Lemán, onde permanece até hoje, envolto num segredo total.

Ontem, e para assinalar um 50.º aniversário só possível devido aos avanços da ciência, a família divulgou um raro comunicado, mas mais uma vez nada revelou além das atividades que assinalam a data.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »