Radio Calema
InicioMundoEUALadrão de celebridades de Hollywood foi detido

Ladrão de celebridades de Hollywood foi detido

Benjamin Ackerman, de 32 anos, foi detido por ser suspeito de vários assaltos a casas de celebridades de Hollywood Hills, em Los Angeles. Mais de dois mil objetos avaliados em milhões de dólares foram recuperados pela polícia.

Até agora estão identificadas 13 vítimas, entre as quais os conhecidos músicos Usher e Adam Lambert.

Segundo o Jornal de Notícias, a detenção de Benjamin Ackerman, de 32 anos, foi anunciada na quarta-feira pela polícia de Los Angeles. É suspeito de vários assaltos a casas de celebridades de Hollywood Hills, em Los Angeles. Apresentava-se como um alegado comprador ou consultor imobiliário e assim conseguia entrar nas casas e avaliar os bens antes dos assaltos. O “modus operandi” terá começado em 2017.

“Ele aparecia bem vestido. E representava aquele papel. Era muito esperto”, declarou o detetive Jared Timmons, da polícia de Los Angeles, em conferência de imprensa.

Os investigadores encontraram na residência do suspeito e num armazém mais de dois mil objetos de luxo, avaliados em milhões dólares.

E as imagens dos bens recuperados foram reveladas publicamente na tentativa de identificar outras potenciais vítimas, que, assim, os possam reaver. Há obras de arte, malas Chanel, relógios e joalharia.

O detetive Jared Timmons explicou que o esquema, que envolvia uma “digressão” pelas casas que mais tarde seriam assaltadas, era “sofisticado” e incluía a manipulação dos sistemas de vigilância dos imóveis. “Às vezes o sistema era arrancado outras vezes as câmaras ficavam a negro durante as horas em que o assalto decorria”, acrescentou.

As autoridades estão a investigar se há outros suspeitos envolvidos neste esquema de assaltos de artigos de luxo.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.