Radio Calema
InicioDestaquesFamília de vítimas pagou homicídio de pedófilo

Família de vítimas pagou homicídio de pedófilo

A investigação à morte violenta de um pedófilo, em Itália, concluiu que o homem foi assassinado por dois suspeitos pagos pela família de duas raparigas que tinham sido violadas. Uma das vítimas acabou por se suicidar em 2008.

Giuseppe Matarazzo, padre de 45 anos, foi morto a 19 de julho de 2018 em Frasso Telesino, nos arredores de Nápoles, cerca de um mês depois de ter saído da prisão, onde cumpria uma pena de 11 anos e seis meses por abuso sexual de duas irmãs. O caso de abuso sexual provocou grande consternação na região, até porque uma das vítimas acabou por se suicidar, com 16 anos.

Agora, o Ministério Público anunciou acreditar que o homicídio de Matarazzo foi encomendado por alguém “no seio familiar” das vítimas de abuso sexual. Dois homens, alegados autores materiais do crime, foram detidos neste caso, mas ainda não foi possível chegar ao mandante (ou mandantes) do assassinato.

Segundo o jornal “La Stampa”, na noite do crime, dois homens com a cara destapada chegaram a caso do pedófilo de carro e mataram-no com cinco tiros. Reconstruindo o que se passou naquela noite com dados telefónicos e coordenadas de GPS, a investigação concluiu que os dois homens agora detidos estavam no local à hora do crime. Percebeu-se também que houve um grau de premeditação grande no ato, já que os suspeitos percorreram os mesmos caminhos nos dias anteriores ao homicídio, eventualmente para acertar uma rota de fuga. Uma terceira pessoa seguiria a bordo do veículo, mas ainda não foi possível identificá-la.

Falta agora apurar se o caso tem mais envolvidos e um dos suspeitos sob a mira da investigação é o pai das duas jovens violadas.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.