Smiley face

Enfermeiros adiam decisão de greve depois de pedido de moratória do Ministério da Saúde

0 37

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os enfermeiros aceitaram o pedido de moratória do Ministério da Saúde e recuaram na decisão de avançar para uma greve nacional na segunda-feira, 17.

Segundo avança o Novo Jornal Online, os profissionais de enfermagem, que ameaçavam avançar para uma greve geral nacional a partir da próxima segunda-feira, 17, decidiram aceitar o pedido de moratória, com prazo de 10 de Janeiro, apresentado esta sexta-feira pelo ministério de Silvia Lutucuta durante o encontro que manteve com os sindicatos do sector.

A decisão foi avançada ao NJOline pelo Secretário-geral do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Luanda, Afonso Quileba.

De recordar que a ameaça de greve dos profissionais de enfermagem pairou na manhã desta sexta-feira, caso não houvesse consenso no encontro marcado para a tarde do mesmo dia entre a entidade empregadora e os sindicatos.

Em causa estão os vários pontos apresentados no novo caderno de reivindicações, como a revisão da estrutura da carreira de enfermagem, de forma a completar os escalões de diuturnidade das categorias previstas na proposta da comissão técnica da carreira, a regulamentação do sistema de avaliação de desempenho profissional, a regulamentação dos cargos de chefia de enfermagem, e a reposição dos salários de trabalhadores da saúde, incluindo os enfermeiros, desactivados das folhas de pagamentos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »