Portal de Angola
Informação ao minuto

Enfermeiros adiam decisão de greve depois de pedido de moratória do Ministério da Saúde

(DR)

Os enfermeiros aceitaram o pedido de moratória do Ministério da Saúde e recuaram na decisão de avançar para uma greve nacional na segunda-feira, 17.

Segundo avança o Novo Jornal Online, os profissionais de enfermagem, que ameaçavam avançar para uma greve geral nacional a partir da próxima segunda-feira, 17, decidiram aceitar o pedido de moratória, com prazo de 10 de Janeiro, apresentado esta sexta-feira pelo ministério de Silvia Lutucuta durante o encontro que manteve com os sindicatos do sector.

A decisão foi avançada ao NJOline pelo Secretário-geral do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Luanda, Afonso Quileba.

De recordar que a ameaça de greve dos profissionais de enfermagem pairou na manhã desta sexta-feira, caso não houvesse consenso no encontro marcado para a tarde do mesmo dia entre a entidade empregadora e os sindicatos.

Em causa estão os vários pontos apresentados no novo caderno de reivindicações, como a revisão da estrutura da carreira de enfermagem, de forma a completar os escalões de diuturnidade das categorias previstas na proposta da comissão técnica da carreira, a regulamentação do sistema de avaliação de desempenho profissional, a regulamentação dos cargos de chefia de enfermagem, e a reposição dos salários de trabalhadores da saúde, incluindo os enfermeiros, desactivados das folhas de pagamentos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »