Smiley face

Sonangol anuncia novas concessões petrolíferas em 2019

Angop

0 58

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Cinco a dez novas concessões petrolíferas serão feitas no próximo ano pela Sonangol, visando aumentar os níveis de produção do crude no país, anunciou quinta-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, o presidente do conselho de administração da petrolífera, Carlos Saturnino.

Em declarações a jornalistas no final do II conselho consultivo do Ministério dos Recursos Mineiras e Petróleos, que decorreu nesta cidade, o gestor disse que está se trabalhar para que as empresas petrolíferas que operam no país possam obter mais blocos de exploração, com o fito de criar mais postos de trabalho e impulsionar a economia nacional.

Explicou que desde 2011 que a Sonangol não faz licitamento de novos blocos de exploração, frisando que as novas acções a serem feitas a partir de 2019, resultam do trabalho de pesquisa e descoberta de novas reservas que a sua empresa tem vido a realizar.

Carlos Saturnino fez saber que está se desenvolver um trabalho árduo em termos de optimização da produção tanto no bloco-15 com EXX-Mobil, bloco 18 e 31 com BP, bloco-17 com a Total, bloco-15/06 ENI e bloco-0 com a Chevroon, visando estabilizar a operação e identificar onde poderá se processar o aumento.

Questionado sobre a percentagem de redução da produção do petróleo imposta pela OPEP aos países membros e não só, que ronda os cerca de 29% para Angola, o PCA da Sonangol disse que a medida tem uma sustentabilidade no preço de venda do petróleo para os próximos anos.

“A estratégia da OPEP é de não ter um preço de petróleo abaixo dos 55 dólares por barril”, referiu o gestor.

Carlos Saturnino falou também das acções em curso, que visam reestruturar a petrolífera nos próximos anos com a transformação da Sonangol numa verdadeira empresa de pesquisa, prospecção, exploração e distribuição do petróleo e seus derivados.

Disse a terminar, que o programa visa regenerar o grupo empresarial, maximizar o potencial dos activos, tornar o grupo competitiva e rentável, impulsionar e intensificar a actividade para a substituição de reservas, bem como o aumento da produção de hidrocarbonetos a médio e longo prazo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »