Portal de Angola
Informação ao minuto

Manifestação contra o desemprego impedida em Malanje

Cidade de Malanje, Angola (DR)

Em Luanda foram realizadas duas manifestações

Apesar da concentração para a manifestação contra o desemprego, na cidade de Malanje, ter tido no local apenas oito indivíduos, a Polícia impediu que a mesma se realizasse, neste sábado, 8 de Dezembro.

Segundo informa a VOA, os oitos activistas presentes no largo Nginga Mbande foram levados para uma unidade policial com cartazes que exigiam mais postos de trabalho.

Testemunhas no local disseram que a marcha, que aconteceria em simultâneo com outras províncias de Angola, não foi autorizada pelo governo provincial.

Segundo informações que a VOA obteve, os manifestantes foram retidos por não ter havido qualquer anuência para protecção policial.

Uma outra fonte assegurou que os detidos seriam libertos antes de anoitecer.

Angolanos em todo o país prometeram marchar neste sábado para reclamar 500 mil empregos, a promessa do Presidente João Lourenço, na campanha eleitoral.

Luanda realizou duas manifestações: Desemprego e Liberdade Religiosa

Na capital angolana foram realizadas duas manifestações neste sábado, uma pela liberdade religiosa e outra contra o desemprego.

A manifestação pela liberdade religiosa foi organizada pela Ordem dos Pastores de Angola. Partiu no Cine Atlântico até ao Largo das Escolas e contou com mais de três mil manifestantes.

A manifestação contra o desemprego partiu do cemitério do Santana até ao Largo das Heroínas e contou com cerca de 100 participantes.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »