Smiley face

Polícia Nacional no Moxico expulsa agentes por má conduta

0 91

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Dois agentes do Comando Provincial da Policia Nacional do Moxico foram expulsos da corporação hoje, sexta-feira, na cidade do Luena, um por usar indevidamente de um cartão multi-caixa e outro por ausentarem-se do serviço, sem justificação, durante seis meses.

A voz de expulsão foi dada pelo comandante provincial da Polícia Nacional do Moxico, comissário Dias Costa, durante uma formatura, tendo lembrado que um agente da corporação deve ter comportamentos exemplares e ser o espelho da sociedade.

A notícia divulgada pela Angop faz saber que um agente foi expulso da corporação por ter encontrado na via pública uma carteira contendo vários documentos, na qual subtraiu o cartão multi-caixa e fez um saque no valor de 500 mil kwanzas, antes de devolver ao legítimo dono.

Já o agente de primeira foi expulso por violar o regulamento da Polícia Nacional, visto que ausentou-se do local de serviço, sem justificação, por seis meses.

Por essa atitude, o agente de primeira poderá ser condenado a uma pena de prisão de dois anos.

Por outro lado, um agente de segunda classe foi despromovido ao grau de agente, por atropelar mortalmente uma criança, o que fê-lo violar o dever profissional previsto na alínea A do artigo 6º do regulamento sobre o regime disciplinar do pessoal da Polícia Nacional.

O acto foi realizado decorrente de despachos do comandante-geral da Polícia Nacional, comissário-geral Paulo de Almeida.

A cerimónia foi presenciada por mais de dois mil efectivos dos distintos órgãos que compõe o Ministério do Interior.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »