Smiley face

ONGs moçambicanas acusam Governo de se colocar ao lado das multinacionais

0 22

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

No distrito de Palma, província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, não estão a ser acautelados os interesses das comunidades residentes na zona onde decorrem projectos de exploração de gás.

Numa denúncia à DW África, as ONGs moçambicanas acusam mesmo o governo de se colocar ao lado das multinacionais, maior parte delas, internacionais, pois há comunidades que estão a perder a terra, sem nehuma compensação, para dar lugar a projectos de exploração de gás natural.

A denúncia é das Organizações Não Governamentais que têm estado a auscultar comunidades em Palma, na esteira do desenvolvimento de projectos de gás naquela região.

A activista Alda Salomão, do Centro Terra Viva, entende que estas comunidades não estão a ser parte das reflexões do desenvolvimento de Moçambique.

“Elas estão a ser os grupos mais penalizados, principalmente as comunidades que estão a ser reassentadas involuntariamente. Então, são os grupos mais penalizados por causa destes projectos”, revela Alda Salomão.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »