Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Parlamento ucraniano aprova fim de tratado de amizade com a Rússia

Kiev e os seus aliados no Ocidente acusam a Rússia de instigar o conflito, que já causou mais de 10 mil mortos, e de apoiar militarmente os separatistas, o que Moscovo rejeita

Segundo noticia o Expresso, que sita a Lusa, o parlamento ucraniano aprovou esta quinta-feira, num ato simbólico, o fim de um tratado de amizade e cooperação com a Rússia, após mais de quatro anos de crise e um confronto militar aberto no estreito de Kerch no final de novembro.

Proposta pelo Presidente Petro Porochenko, a medida, que deverá entrar em vigor em abril, foi apoiada por 277 deputados, quando era necessário um mínimo de 226 votos favoráveis.

A Ucrânia recusou também renovar o tratado, que entrou em vigor em abril de 1999 e que era prolongado automaticamente a cada 10 anos.
A Rússia apreendeu, a 25 de novembro, três navios de guerra ucranianos que tentavam passar do Mar Negro para o de Azov, capturando 24 elementos das tripulações. Trata-se do primeiro confronto militar aberto entre Moscovo e Kiev depois da anexação pela Rússia, em 2014, da península ucraniana da Crimeia, e do início do conflito armado no leste da Ucrânia entre as forças governamentais e os separatistas pró-russos.

Kiev e os seus aliados no Ocidente acusam a Rússia de instigar o conflito, que já causou mais de 10 mil mortos, e de apoiar militarmente os separatistas, o que Moscovo rejeita.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »