Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Conduzir sob o efeito de álcool poderá dar até um ano de cadeia

O Governo aprovou a proposta de Lei sobre a Criminalização das Infrações no Exercício da Condução Automóvel, prevendo-se penas, que podem ser de prisão, para casos de embriaguez e de ausência de documento válido, noticia o Sapo 24 que cita a agência Lusa

A decisão foi tomada durante o Conselho de Ministros, liderado pelo Presidente da República, João Lourenço, cujo comunicado final indica que o diploma tem por objetivo criminalizar o exercício da condução sem habilitação legal e sob a influência de álcool e de outras substâncias legalmente consideradas entorpecentes.

Em causa está o facto de os acidentes de viação serem a segunda causa de morte em Angola, apenas atrás da malária.

Sobre o mesmo tema, mas no parlamento, o vice-procurador-geral da República angolano, Mota Liz, indicou que o executivo de João Lourenço vai submeter à Assembleia Nacional, para aprovação, uma proposta de lei temporária, onde estarão tipificadas as molduras penais do Código de Estrada, enquanto não entrar em vigor o novo Código Penal, que deverá ser aprovado em meados de 2019.

Segundo Mota Liz, a intenção do Governo é criar, neste período, uma legislação extraordinária para garantir a paz e segurança nas estradas.

Nos termos do Código da Estrada, a embriaguez é atualmente punida com multa, mas vai passar a um novo regime.

Mota Liz explicou que, quem for apanhado a conduzir embriagado, insistir em conduzir e desafiar as autoridades policiais, está em desobediência e pode ser preso e julgado.

Hoje, as comissões especializadas da Assembleia Nacional discutiram e votaram, por unanimidade, várias alterações ao Código Penal, relacionadas com os Crimes Contra Ordem e Tranquilidade Públicas e com os Crimes Contra a Segurança dos Transportes.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »