Portal de Angola
Informação ao minuto

Apelado reforço das acções de sensibilização sobre perigos de minas

Angop

Huíla: Destruição de minas consome mais de 2.2 milhões de Euros (Foto: Angop)

O responsável pela sensibilização da unidade de desminagem da Casa Milita sobre os perigos de minas, tenente-coronel Santos Inácio Combe, apelou esta quarta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, a sociedade civil a reforçarem as acções de sensibilização sobre o mal que esses engenhos representam à vida das pessoas.

Em declarações à Angop, a propósito das actividades do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) na província, o oficial defendeu a necessidade de as populações continuarem a ser informadas sobre os perigos das minas que se encontram implantadas nas áreas de cultivo.

Santos Combe adiantou que as minas continuam a constituírem perigo às populações, já que estão espalhadas em vários locais, sem a devida sinalização e controlo das autoridades, o que deve merecer a preocupação dos cidadãos.

O responsável aconselhou os cidadãos, sobretudo as crianças, a comunicarem às autoridades sempre que encontrarem objectos metalizados estranhos.

Referiu que além da desativação de vários engenhos, a unidade de desminagem da Casa Militar, tem sensibilizado as populações no sentido de terem cautela com as minas.

Fontes do INAD apontam a remoção, ao longo deste ano, de mil e 384 engenhos explosivos não detonados e quantidades indeterminadas de munições de vários calibres em sete dos 10 municípios da província do Cuanza Norte.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »