Smiley face

Apelado reforço das acções de sensibilização sobre perigos de minas

Angop

0 27

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O responsável pela sensibilização da unidade de desminagem da Casa Milita sobre os perigos de minas, tenente-coronel Santos Inácio Combe, apelou esta quarta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, a sociedade civil a reforçarem as acções de sensibilização sobre o mal que esses engenhos representam à vida das pessoas.

Em declarações à Angop, a propósito das actividades do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) na província, o oficial defendeu a necessidade de as populações continuarem a ser informadas sobre os perigos das minas que se encontram implantadas nas áreas de cultivo.

Santos Combe adiantou que as minas continuam a constituírem perigo às populações, já que estão espalhadas em vários locais, sem a devida sinalização e controlo das autoridades, o que deve merecer a preocupação dos cidadãos.

O responsável aconselhou os cidadãos, sobretudo as crianças, a comunicarem às autoridades sempre que encontrarem objectos metalizados estranhos.

Referiu que além da desativação de vários engenhos, a unidade de desminagem da Casa Militar, tem sensibilizado as populações no sentido de terem cautela com as minas.

Fontes do INAD apontam a remoção, ao longo deste ano, de mil e 384 engenhos explosivos não detonados e quantidades indeterminadas de munições de vários calibres em sete dos 10 municípios da província do Cuanza Norte.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »