Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Advogada assassinada pelo próprio esposo foi ontem a enterrar

O corpo da advogada Carolina de Sousa, 26 anos, morta e colocada na fossa de casa, no Zango, supostamente pelo marido, por motivos passionais, foi sepultado ontem, no Cemitério do Benfica, num clima marcado por profunda dor e consternação, avança o Jornal de Angola.

Centenas de pessoas, entre familiares e amigos, acompanharam-na até à última morada, com cânticos religiosos da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal, de onde era fiel e chegou a ser baptizada.

O corpo de Carolina de Sousa chegou ao Cemitério do Benfica por volta das 9h44 minutos e foi directamente ao velório local, onde foram lidos os elogios fúnebres por parte dos familiares, colegas de serviço e de estudantes da Universidade Gregório Semedo, de onde era docente.

No elogio fúnebre lido pela família, foram ressaltadas as qualidades da jovem Carolina de Sousa enquanto estudante,
membro activo da igreja e advogada dos pobres. A malograda é filha de Diogo Sousa e Maria Armando. Nasceu a 20 de Janeiro de 1992 no município do Cazenga. Além de advogada, foi ainda docente das cadeiras de Direito Administrativo
e Direito das Organizações no Instituto Superior de Ciências Humanas e Administração.

O advogado e colega da malograda, Bangula Kemba, disse, durante o elogio fúnebre, que Carolina de Sousa era uma causídica competente que, ainda na época de estágio, chegou a dominar um processo com duas mil páginas em uma semana.

Dada a sua competência, continuou, Carolina de Sousa passou a trabalhar no escritório de advogados Legis Veritas sem ser submetida à prova escrita e oral.

Bangula Kemba explicou que a jovem Carolina, ainda como estagiária, ficava na porta do tribunal à espera de pessoas sem condições financeiras e, como advogada, ajudava a defender a causa.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »