Smiley face

Administração do Cazengo legaliza mototáxis

Angop

0 31

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Administração do Cazengo ( município sede do Cuanza Norte) promove, desde Novembro, uma campanha de legalização e registo massivo dos motociclos, sobretudo os vulgo Kupapatas que se dedicam à actividade de mototáxi.

Segundo dados do balanço provisório da actividade a que a Angop teve acesso hoje, quinta-feira, a acção desenvolvida pela área económica da administração do Cazengo, em parceria com a Polícia de Viação e Trânsito, permitiu o registo, até ao momento, de 814 motociclos, sendo 305 requerentes de licença de condução e 509 de livretes.

Para a inscrição, refere, os motociclistas pagam uma taxa de 1.584 kwanzas, sendo posteriormente submetidos a exames de condução e inspeção do veículo.

Desde o início do processo, 260 candidatos foram já submetidos a exame de condução, dos quais 77 reprovaram, enquanto 59 dos 469 motociclos inspecionados foram reprovados por se apresentarem descaracterizados e em mau estado técnico.

Face a morosidade registada no sistema de emissão, apenas 61 licenças e 88 livretes de circulação foram já entregues aos respectivos titulares.

O referido registo, ainda sem prazo para o seu término, decorre no âmbito de uma feira em curso desde Novembro, no largo das escolas de Ndalatando, e que abarca processos de inscrição, exames de condução, inspecção e consequente emissão de licenças, livretes e número de matriculas.

A feira abarca ainda uma campanha de venda de capacetes de pagamento de seguros.

A medida enquadra-se nas acções das autoridades locais para disciplinar e regularizar à actividade dos moto-taxistas e assegurar uma maior disciplina no trânsito local para redução dos níveis de acidentes de viação.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »