Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Deficientes clamam por apoios para fomento do auto-emprego

Angop

Os quatrocentos e 42 portadores de deficiências múltiplas controlados pela Associação nacional de Deficientes de Angola (ANDA) no município do Soyo, província do Zaire, clamam por apoios em meios para o fomento de actividades profissionais para o seu auto-sustento e das suas famílias.

O grito de socorro foi lançado hoje, quarta-feira, no Soyo, pelo responsável local da ANDA, Manuel Nkutxi, que pediu maior sensibilidade das instituições públicas e privadas para a cedência de kits profissionais nas áreas de agricultura, pescas, carpintaria, mecânica, informática, entre outras, aos seus assistidos.

Como medida de suporte ao empreendedorismo, o responsável assegurou que a ANDA no Soyo continuará a apostar na formação técnico-profissional e académica dos seus membros, através de convénios estabelecidos com o centro de formação local afecto ao Ministério de Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) e outros.

A informática, serralharia, carpintaria e línguas estrangeiras (inglês e Francês) são as áreas preferidas para a formação das pessoas portadoras de deficiências nesta parcela da província do Zaire, segundo a fonte.

No entanto, Manuel Nkutxi, lamentou o flagelo da discriminação desta camada da sociedade no mercado de trabalho público e privado, frisando que o acesso aos concursos públicos de ingresso por parte dos deficientes continua a ser dificultado, nesta região.

Como disse, muitos dos assistidos da ANDA no município possuem habilitações académicas que os permitem trabalhar em qualquer esfera empresarial, mas são puro e simplesmente preteridos, por serem portadores de deficiências.

Por outro lado, considerou fraca a assistência em bens de primeira necessidade que tem sido prestada a esse grupo alvo pelas autoridades competentes da administração municipal e do governo provincial.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »