Portal de Angola
Informação ao minuto

Mortalidade infantil em Angola deve reduzir em 12 mortes por mil nados vivos até 2030

A mortalidade infantil em Angola deve reduzir até 12 mortes por mil nados vivos até 2030, de acordo com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A informação foi prestada hoje, terça-feira, à Angop, em Luanda, pela chefe de departamento da saúde reprodutiva da Direcção Nacional de Saúde Pública do Ministério da Saúde, Henda Vasconcelos, quando falava sobre a esperança de vida ao nascer, o primeiro compromisso da criança assumido pelo Executivo Angolano.

Segundo a técnica, ainda se está longe de atingir esta meta, porque actualmente as cifras são de 44 por mil nados vivos na mortalidade infantil (crianças menores de um ano) e 68 mortes por mil nados vivos na infanto-juvenil (crianças menores de cinco anos).

Ressaltou que houve melhoria nesta questão a comparar com a década passada em que as cifras eram altas estimadas em 160 mortes por mil nados vivos, enquanto na infanto juvenil a taxa era entre 160 e 200 mortes por mil nados vivos.

Henda Vasconcelos disse que muitos factores concorreram para esta diminuição, como o aumento do acesso aos serviços por parte da população e o número de unidades sanitárias.

“Hoje temos mais de duas mil e quinhentas unidades sanitárias que permitem o atendimento da mulher e da criança, tendo na perspectiva que 80 por cento do atendimento nos cuidados primários de saúde é direccionado à mãe e à criança”, frisou.

Referiu que a outra coisa que melhorou é a educação da população. “Aumentou o nível de escolaridade e está bem visto que se tu queres uma família bem formada tens que dar educação à mulher. Então a educação da mulher aumentou e melhorou muito e isso ajudou a reduzir a mortalidade materna e infantil”, frisou.

A esperança de vida ao nascer é o primeiro dos 11 compromissos assumidos pelo executivo, cujo objectivo é reduzir as taxas de mortalidade materna e infantil.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »