Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Erdogan promete apoio a Maduro ante sanções dos EUA e crise económica

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, submetido a uma forte pressão internacional, recebeu nesta segunda-feira (3) o respaldo do seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, que lhe garantiu apoio ante as sanções de Washington e para enfrentar a severa crise económica, avança a France Press.

Na sua primeira visita oficial a Caracas, marcada pela pompa e pelas promessas de investimento, Erdogan rechaçou as sanções contra a Venezuela por parte dos Estados Unidos, país com o qual também mantém tensas relações.

“Estão a tentar punir a Venezuela, e a Turquia está do lado da Venezuela “, disse o presidente turco numa reunião de negócios, em clara alusão a Washington.

Os Estados Unidos aplicam sanções a Caracas desde 2014, alegando que o governo socialista é uma “ditadura” e viola os direitos humanos, sem descartar uma intervenção militar.

Erdogan insistiu que “as restrições comerciais e as sanções são algo erradas” e advertiu que aprofundarão as “instabilidades”.

“Não se pode punir um povo inteiro para resolver desacordos políticos, isso se sabe com as experiências amargas do passado”, sustentou Erdogan, segundo a tradução de um intérprete.

O líder turco também comprometeu-se a apoiar Maduro que enfrenta uma profunda crise económica, refletida na escassez de alimentos e remédios, além de uma inflação que, segundo o FMI, chegará a 1.350.000 por cento este ano e a 10.000 em 2019.

“Nós vamos cobrir a maior das necessidades da Venezuela, temos essa força, gostaria de destacar este fato”, afirmou o governante, que exortou aos empresários de seu país a aumentar as exportações ao mercado venezuelano.

“Quero que considerem a minha visita como um símbolo de colaboração do povo turco com o povo da Venezuela”, afirmou Erdogan.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »