Portal de Angola
Informação ao minuto

Advogada desaparecida há quatro dias encontrada morta na própria casa

O esposo da malograda (à dir) disse as autoridades que levou Carolina até a paragem de táxi (Foto: Facebook)

Carolina Joaquim de Sousa da Silva, de 26 anos, dada como desaparecida na passada quinta-feira, 29, foi encontrada morta na fossa da sua própria residência, informa a delegação provincial de Luanda do Ministério do Interior, avança o Novo Jornal Online.

Através de um comunicado, a delegação provincial do Ministério do Interior-Luanda avança que o corpo da vítima foi localizado esta segunda-feira, 3, após “árduo trabalho de investigação dos operacionais do SIC-Luanda”.

Na mesma nota, em que endereça à família enlutada os mais profundos sentimentos de pesar, o MININT-Luanda adianta que “diligências prosseguem no sentido do esclarecimeto das causas da morte, localização e dos suspeitos”.

A mensagem recorda que o alerta para o desaparecimento de Carolina Joaquim de Sousa Da Silva foi dado pela família no passado dia 29 de Novembro.

Segundo relatou o marido da vítima, Carolina, que trabalhava há cinco anos como advogada, saiu de casa para o trabalho e nunca mais deu sinal de vida. O agora viúvo disse mesmo que acompanhou a mulher a uma paragem de táxi, facto que adensa o mistério sobre a morte, visto que o corpo foi encontrado na fossa da sua própria residência.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »