Smiley face

Militantes da FNLA garantem apoio a Lucas Ngonda

Angop

0 32

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os militantes do FNLA na província do Bengo manifestaram, sábado, o seu apoio incondicional à liderança do presidente do partido, Lucas Ngonda, visando o fortalecimento e coesão da formação partidária.

Em declarações à imprensa, no final da inauguração da nova sede do comité provincial do Bengo, na localidade do Panguila (Dande), o secretário-geral da FNLA, Pedro Mukumbe, disse que o presidente Lucas Ngonda tem um perfil brilhante e admirável capaz de liderar o destino do partido.

“Os militantes da FNLA no país, e na província do Bengo, em particular, estão orgulhosos e depositam toda confiança ao irmão Lucas Ngonda, como presidente do partido, pela sua trajectória como militante do partido e a vasta experiência que reúne nos domínios socioeconómico, militar, político, governação e legislativo”, frisou.

Considerou o actual presidente do partido como uma figura proeminentes do país, que está devidamente preparado para conduzir os destinos da nação, fortalecer e regular a economia nacional, com a participação activa de todos os angolanos.

Os militantes da FNLA no Bengo reiteram todo o seu apoio, intensificando o trabalho de mobilização no seio das populações, tendo em conta as autarquias em 2020 e as eleições gerais em 2022.

O secretário-geral apelou aos militantes do partido para que se entreguem ao trabalho de mobilização para garantir a coesão do partido, visando os próximos desafios, que passa pela vitória no pleito.

Defendeu a implementação das autarquias de forma abrangente, em todos os municípios do país, pois desta forma permitirá que haja uma governação mais próxima do cidadão e capaz de resolver com mais facilidade os seus problemas.

Segundo Pedro Mukumbe, as eleições autârquicas poderão combater as assimetrias regionais, desenvolver as cidades, vilas e as aldeias, alavancar a economia nacional, bem como trazer mais transparência na gestão dos fundos públicos e melhor fiscalização das acções do Governo.

“A província do Bengo é a mais próxima da capital do país (Luanda), mas apresenta os mais baixos níveis de desenvolvimento, assim como a cidade de Caxito, que está pouco mais de 50 quilómetros de Luanda, mas os sinais de pobreza nas populações são visíveis aos olhos de todos”, ressaltou.

Disse que o país vive uma nova fase, por isso, os militantes da FNLA devem estar preparados para uma Angola melhor, onde todos angolanos devem viver de igual para igual, com a divisão de riqueza para todos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »