Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Ministros e procuradores apreciam tribunal africano sobre direitos humanos

Francisco Queiroz, ministro da Justiça e dos Direitos Humanos (DR)

Os ministros da justiça e procuradores gerais dos países membros da União Africana (UA) vão apreciar a proposta de alteração do protocolo à Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos relativos ao Estabelecimento do Tribunal Africano dos Direitos Humanos.

O ministro angolano da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, deixou nesta quarta-feira a cidade de Luanda, com destino a Adis Abeba (Etiópia), para participar de 29 a 30 do corrente mês, na reunião de ministros e procuradores gerais da União Africana (UA).

O referido encontro vai abordar ainda os projectos do Centro Internacional da União Africana para a Educação das Raparigas e Mulheres em África e de política da União Africana sobre Justiça de transição, assim como o estatuto relativo ao estabelecimento do Instituto Pan-Africano para os direitos humanos. (Angop)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »