Portal de Angola
Informação ao minuto

Antigo presidente da CAF condenado por “abuso de posição dominante”

(Lusa)

O antigo presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF) Issa Hayatou foi hoje condenado por “abuso de posição dominante” na concessão dos direitos de transmissão, anunciou a Autoridade Egípcia da Concorrência (ECA).

A ECA condenou Hayatou e o antigo secretário-geral da CAF Hicham El Amrani a pagar 49,5 milhões de euros, devido a uma “violação da lei egípcia sobre a proteção da concorrência”, no que concerne à concessão dos direitos de transmissão relativos a jogos de futebol.

Presidente da CAF de 1988 a 2017, Hayatou já reagiu à condenação e considerou-a uma “difamação intolerável”, indicando que irá “apelar naturalmente da decisão”.

“Durante a minha presidência na CAF, todos os atos estavam em estrita conformidade com os estatutos e regulamentos e sempre no interesse do futebol africano”, afirmou o camaronês.

Em janeiro de 2017, as autoridades egípcias acusaram a CAF de violar as regras de concorrência, ao assinar um acordo exclusivo de transmissão televisiva para as competições africanas com a Lagardère Sports, agência francesa de desporto e entretenimento.

Essa negociação, concluída em junho de 2015, estendeu a exclusividade dos direitos para a empresa francesa até 2028, em troca de uma garantia de mais de um mil milhões de dólares. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »